E-mail:

O seu nome (obrigatório)

O seu e-mail (obrigatório)

Telefone para contato (obrigatório)

Assunto (obrigatório)

A sua mensagem (obrigatório)

Televendas:

+55 11 2618-5411

Ligação gratuita:

0800 125411

Onde estamos:

Rua Taquaritinga, 139 - Mooca - São Paulo/SP

Movimentos da Terra

por / Segunda-feira, 20 Janeiro 2014 / Publicado em: Mundo, Planeta Terra, Portal Geografia / ImprimirImprimir / Indique para um amigoindique a página

A Terra executa diversos movimentos e os astrônomos já registraram uma dúzia deles.
Os principais porém, são:

  • Rotação,
  • Translação,
  • translação para o Ápex
  • Precessão.

Há também um outro movimento, o de Deslizamento, em que a superfície do planeta desliza para oeste em virtude de flutuar sobre rochas semi-líquidas da pirosfera.

O Movimento de Rotação:
A Terra executa uma volta completa em torno do seu próprio eixo.

Para isso gasta 23 horas, 56 minutos e 4 segundos do tempo solar médio.

A velocidade desse movimento é da ordem de 500 m/seg.

Note-se, porém que não é um giro uniforme, de movimentos rigorosamente circulares.

Na realidade, há uma inclinação de 23º, 30 (mais precisamente, 23º, 27) de arco em relação à órbita.

Dessa forma, entre outras conseqüências, o Sol ilumina alternadamente ora o Pólo Norte ora o Pólo Sul.

A órbita da Terra, assim como as dos demais planetas do sistema, tem um traçado inteiramente imaginário, denominado pelos astrônomos de linha eclíptica.

Sobre essa linha é que a Terra está inclinada.

O Movimento de Translação:
Revolução completa da Terra em torno do Sol, executando no espaço de 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 46 segundos. A velocidade observada é de 30 quilômetros por segundo para cobrir o percurso total de 965 milhões de quilômetros.

O movimento de Translação para o Àpex:

Enquanto a Terra descreve uma espiral em torno do Sol, este se movimenta em direção a Hércules.

A rotação geral da galáxia, porém, carrega-o em direção a Constelação do Cisne.

O Sol não está parado no espaço, pois assim como tudo o mais, movimenta-se. Ele caminha a uma velocidade de 20 quilômetros por segundo.

A Terra, tal e qual os demais planetas do sistema acompanha esse movimento.
O Movimento de Precessão
Esse movimento é relativo ao eixo da Terra, que descreve uma superfície cônica no Espaço. Para completar-se são necessários 26 mil anos.

OS TRÓPICOS
A região é a única que recebe luz solar direta, sendo naturalmente mais quente que as demais regiões.
A Zona Tropical divide-se em Trópico de Câncer e Trópico de Capricórnio, nos Hemisférios Norte e Sul, respectivamente, ambos ladeando o equador.

O Sol, nesse movimento de rotação da Terra, não ultrapassa essa faixa tropical. As zonas mais temperadas situam-se além dos trópicos e em direções aos polos. A partir do início do Circulo Polar, começam as regiões mais frias.

O planeta Terra está envolvido por espessa camada gasosa, a partir da sua superfície, denominada atmosfera.

Esta se compõe, entre outros elementos, de oxigênio, gases sulfídricos, carbonatos e outros, distribuídos em seus camadas a seguir especificadas.

TROPOSFERA: parte que vai da superfície até os primeiros 12.000 metros de altura.

ESTRATOSFERA: camada atmosférica que vai dos 12 a 32.000 metros.

QUEMOSFERA: dos 32.000 m a 80.000 m de altura.

IONESFERA: prosseguimento da quemosfera até 400.000 m de altura.

EXOSFERA: capaz de atingir 16.000 km, a partir do nível do mar, de acordo com constatação via satélites artificiais.

O SUB-SOLO:

A partir do seu núcleo, ou centro, a Terra é formada por crosta na seguinte conformidade:

Núcleo: composto de níquel e ferro, em estado viscoso a uma temperatura entre 5 a 10.000º;

Barisfera: constituída por rochas fluídas, com temperatura oscilando entre 3 a 5.000º;

Pirosfera: composta de rochas fluídas, com temperatura de até 3.000º;

Litosfera: que é a crosta externa, contendo rochas em estado sólido. A temperatura observada é de quatro graus acima de zero.

A Terra é formada por uma porção de camadas
Da superfície para cima há a atmosfera que, como vimos anteriormente, varia de altitude consoante as camadas que a compõe.

Em linhas gerais, temos quatro envoltórios ou crosta na constituição da Terra, cuja temperatura aumenta à medida em que se aprofunda.

A geologia estabeleceu ciclos evolutivos para o estudo das transformações verificadas, com cinco etapas principais: azóica, paleozóica, mesozóica, cenozóica e psicozóica.

SUPERFÍCIE

Via de regra, o planeta Terra não é um mundo estático e invariável, pois tem vida e participação em fenômenos contínuos.

A superfície sólida é ocupada por animais e vegetais terrestres, enquanto que a porção líquida envolve formas de vida aquática.

Da superfície para dentro, o solo é rico em minérios e compostos, tais como sais, grafite, urânio, ouro, tório, etc.

Etiquetado como:
Subir