E-mail:

O seu nome (obrigatório)

O seu e-mail (obrigatório)

Telefone para contato (obrigatório)

Assunto (obrigatório)

A sua mensagem (obrigatório)

Televendas:

+55 11 2618-5411

Ligação gratuita:

0800 125411

Onde estamos:

Rua Taquaritinga, 139 - Mooca - São Paulo/SP

Dicionário geográfico

vibrações súbitas das camadas da crosta terrestre, originais de fenômenos tectônicos ou vulcânicos. Podem ser de forte intensidade, sentido pelos homens, ou de fraca intensidade e somente registradas por aparelhos especializados, os sismógrafos.
inclinação de uma área de uma superfície, que pode ser a vertente de uma serra, a encosta de um morro etc. Aclive é uma inclinação do terreno considerada, entretanto, de baixo para cima.
lugar em que um banco principia a elevar-se.
Processo de mapeamento por fotos aéreas oblíquas ou verticais em relação ao solo que permitem obter medidas e confeccionar mapas mais precisos e detalhados da superfície terrestre. A combinação de fotos aéreas de determinada região com certas medições de apoio realizadas em terra oferecem uma visão tridimensional do terreno a ser analisado.
é aquela que possui uma salinidade de pelo menos 1 grama por litro, excetuando-se os carbonatos de cálcio e magnésio.
acréscimo da temperatura média na Terra causado por alterações na atmosfera provocadas pelas atividades humanas.
compostos naturais formados por silicatos de magnésio, apresentando-se sob a forma de fibras altamente resistentes ao calor e capazes de provocar, quando inaladas, moléstias pulmonares incluindo o câncer.
distância angular, medida sobre o horizonte, variando de 0º a 360º, a partir do norte por leste (Azimute topográfico) ou a partir do sul por oeste (Azimute astronômico).
depressão de forma variada ou conjunto de terras pouco inclinadas, podendo ser ocupada ou não por rios e lagos. Esta forma de relevo se opõe aos maciços, cadeias de montanhas, planaltos e outras. 
acumulação de detritos, seixos, aluviões nas margens dos rios e nos litorais onde predominam as areias. 
União Alfandegária entre a Bélgica (BElgium), Holanda (NEtherlands) e Luxemburgo (LUXembourg), criada em 1944 em Londres e posta em prática gradualmente até 1948. Eliminou as tarifas aduaneiras e adotou tarifas comuns para os produtos importados de outros países e foi o começo da integração que mais tarde se transformou no Mercado Comum Europeu.  
Habitantes do Maghreb (Norte de África). 
expressão que define a diversidade da vida na Terra, fator primordial para a preservação do equilíbrio na natureza.
Total de matéria orgânica contida em determinado espaço, incluindo todos os animais e vegetais (biologia). para a economia pode ser vista como potencial de matéria-prima, especialmente na produção de energia.
Instrumento destinado a indicar a direção de referência horizontal com relação à Terra. 
zona onde surgem os olhos dágua que vão formar um curso fluvial. A cabeceira nem sempre é um lugar bem definido, algumas vezes ela abrange uma área. As cabeceiras são denominadas também nascente, fonte, mina, manancial.
revolução orogenética que ocorreu no período siluriano e se prolongou até os meados do período devoniano, na Europa.
habitante da região do vale do Ribeira de Iguape que se dedica à exploração dos recursos florestais. Também é usado para denominar uma capoeira muito pobre, constituída apenas de arbustos.
mapa desenhado especialmente para permitir a orientação náutica e em que estavam marcadas as coordenadas geográficas. Mapa; carta náutica utilizada pelos pilotos dos navios.
ciência e arte da representação gráfica da superfície da Terra, em parte ou no seu todo, de acordo com a escala. Trata também da representação de todos os fenômenos ocorridos na Terra ou com ela relacionados. A cartografia moderna utiliza como fonte de dados a fotografia aérea. Hoje não se concebe mais cartografia sem aerofotogrametria. Os levantamentos terrestres são feitos para fornecer dados de apoio às fotografias aéreas.
comprovação documentada do cumprimento dos compromissos assumidos por uma organização em respeito ao meio ambiente através de sua política ambiental e de seu sistema de gestão ambiental.
agrupamento de seixos rolados, consolidados por um cimento. Esse cimento pode ser de natureza variada: ferruginosa, silicosa, calcária ou argilosa.
ângulo entre o Norte Magnético e o Norte Geográfico.
desenvolvimento que permite atender às necessidades da geração atual sem comprometer o direito das futuras gerações de atenderem suas próprias necessidades.
aquele onde predominam áreas rochosas. São chamados ´hammada`.
rochas de origem orgânica. Os diatomitos encontrados no Nordeste brasileiro foram formados em lagos pleistocênicos onde se deu intensa deposição de carapaças silicosas de diatomáceas, geralmente associadas a espículas de esponjas de água doce, também silicosas. O diatomito é uma rocha de aplicação variada, como, por exemplo, na fabricação da dinamite. Devido a sua grande porosidade pode absorver três vezes mais, o seu peso em nitroglicerina. Permite a produção de tijolos muito leves e resistentes, onde o alto teor em SiO2 faz com que o material seja um ótimo refratário, especialmente usado como isolante térmico.
incrustação formada na superfície ou no interior de um mineral pela agregação de cristais de outra natureza.
o mesmo que comporta, isto é, porta que sustém as águas de uma represa, açude ou dique e que pode ser aberta quando da necessidade de soltá-las.
corrente oceânica quente, originária da corrente quente equatorial que, em cada sete de um período de quarentas anos, temporariamente desloca a corrente de Humboldt da costa peruana, ocorrendo quando os ventos de sudeste do oceano Pacífico perdem sua força; provoca, entre outros fenômenos, bruscas alterações climáticas no continente (como as violentas chuvas e conseqüentes inundações no Brasil). Tem esse nome por sempre ocorrer próximo ao fim do ano. O El Niño, no caso, é o Menino Jesus.
máximo da esfera celeste, perpendicular ao eixo da Terra e que divide o céu em dois hemisférios.
aceleramento da erosão nas camadas superiores do solo em conseqüência de desflorestamentos, construção de estradas etc., ocasionando um desequilíbrio litogliptogênico.
aceleramento da erosão nas camadas superiores do solo em conseqüência de desflorestamentos, construção de estradas etc., ocasionando um desequilíbrio litogliptogênico.
mesmo que paisagem geomorfológica, ou formas de relevo.
são os locais da superfície terrestre onde, por associações estruturais as mais variadas, a água subterrânea acaba voltando à superfície. A água que geralmente corre pela camada permeável sobre a impermeável aflora naturalmente com a interceptação desse lençol freático pela superfície do terreno. As águas assim brotadas podem ser potáveis, termais ou salobras. De acordo com a formação estrutural dessa interceptação, são distinguidos vários tipos de fontes.
nome dado aos retos ou impressões de plantas e animais petrificados, que se encontram nas camadas terrestres, anteriores ao atual período geológico. O estudo dos fósseis possibilita o conhecimento das condições em que as várias camadas foram formadas e também o conhecimento da idade geológica de uma região. Os fósseis são os grandes testemunhos na reconstituição da história da Terra. 
cada um dos vinte e quatro fuso geométricos (15º) em que se convencionou dividir a superfície da Terra e em cada um dos quais a hora é a mesma para todos os pontos. Convencionou-se também que o primeiro fuso, de onde se iniciaria a contagem, seria aquele cortado pelo meridiano internacional de Greenwich (que passa pelo bairro que leva esse nome, em Londres e onde funciona o Observatório Astronômico de Londres), a partir do qual se aumentará uma hora para cada fuso horário que se segue, contado para Este, e se diminuirá uma hora para cada fuso que se segue, contado para Oeste. Esse sistema é adotado pela maioria dos países.  
conjunto de estrelas de estrutura semelhante à via-láctea. 
jato intermitente de água quente, que sai do interior da Terra. Os gêiseres irrompem em jatos com emanações sulfurosas, desenvolvendo uma quantidade considerável de vapor de água. São particularmente numerosos na Islândia, na Nova Zelândia, no parque de Yellowstone, regiões essencialmente vulcânicas. As águas expelidas contêm uma grande quantidade de sais minerais dissolvidos, que se solidificam em torno dos gêiseres, formando uma espécie de cratera algo parecida com a dos vulcões, cuja textura pode ser compacta, concrecionada ou pulverulenta, chamada geiserita.
ciência que tem por objeto o estudo dos materiais que compõem o globo, sua natureza, situação e formação. A geologia tem um duplo fim: o estudo da estrutura atual da crosta terrestre e a investigação das causas que presidiram a sua formação e a sua evolução através das idades. A observação dos fenômenos atuais é importante no estudo dos fenômenos ocorridos durante a história física da Terra.
Na antiguidade, Heródoto e Plínio descrevem célebres erupções vulcânicas. Mas os primeiros geólogos foram Leonardo da Vinci (que explicou a origem dos fósseis) e Jorge Agrícola (1494-1555), autor de uma classificação de minerais e fósseis. Em meados do século XVIII vieram Les Époques de la Nature de Buffon e Theory of the Earth de James Hutton. Em 1807 fundou-se em Londres a primeira sociedade de geologia. Os franceses Cuvier e Brongniart lançaram as bases da paleontologia e, em 1830, o inglês Lyell publicou Princípios de Geologia. O grande desenvolvimento da geologia, porém, deu-se no final do século XIX.
A geologia pode ser dividida em cinco ramos: cosmogonia (trata das origens e primórdios da Terra em relação ao sistema solar e ao Universo), geologia física (estuda as formas da superfície terrestre, sua estrutura, modo de formação e a natureza dos processos que moldaram e estão moldando o relevo terrestre), petrologia (descreve a composição e origem das rochas da crosta terrestre), paleontologia (biologia dos fósseis, que estuda os restos de antigos animais e plantas que outrora viveram na Terra e que agora se encontram soterrados pelas rocha), geologia estratigráfica ou estratigrafia (estudo da sucessão das camadas sedimentares, sua formação e seu conteúdo fóssil através dos dados paleontológicos).
estudo da vida política dos povos com relação aos fatores geográficos. A geopolítica compreende métodos e elementos tirados da geografia, história e da ciência política. Embora se trate de uma ciência muito nova, algumas de suas idéias básicas encontram-se nas obras mais antigas sobre relações internacionais, desde Aristóteles, Platão, Tucídides, Lucrécio, Maquiavel, Jean Bodin, Kant, cuja influência contribui para a orientação posterior dos estudos geográficos na Alemanha. A ciência geopolítica foi assim denominada pelo sueco Kjellen, precursor de sua moderna concepção. O termo foi retomado pelo alemão Ratzel (1903). Posteriormente, tais estudos serviram de apoio às pretensões imperialistas alemãs, e seu maior expoente foi Carl Haushofer, que formulou a teoria do espaço vital, uma das diretrizes do regime nazista. desde então a geopolítica serviu para justificar atitudes políticas, à força de fatores geográficos para explicarem alianças ou contra-alianças.
denominação dada aos países mais industrializados do mundo: Grã-Bretanha, Japão, Alemanha, França, Itália, Canadá e Estados Unidos da América. A Rússia às vezes é incluída no grupo em notícias de jornais. 
pequenas linhas desenhadas num mapa cujos ângulos que separam áreas distintas de acordo com a indicação do gradiente. Quanto mais aproximadas estão as linhas umas das outras, mais inclinada a encosta ou vertente.
cada uma das duas partes do globo terrestre ou da esfera celeste, separadas pelo Equador terrestre ou pelo Equador celeste: hemisfério norte, boreal ou setentrional e hemisfério sul, austral ou meridional. Em relação ao meridiano de Greenwich temos o hemisfério leste ou oriental e o hemisfério oeste ou ocidental.
é a área que serve e é servida por um núcleo urbano. O termo originalmente foi usado para portos (no litoral) e um deles poderia ter parte de seu ´hinterland` fazendo parte de área ligada a outro porto. Em português, usa-se Hinterlândia.
matéria escura que se forma pela decomposição e fermentação de elementos vegetais, matérias orgânicas amontoadas e comprimidas em plataformas e fossas que formam naturalmente camadas mais ou menos espessas. O humo é usado para corrigir alguns tipos de solos; todos os solos cultivados contêm humo em maior ou menor quantidade.
palavra inglesa que significa campo de gelo. Usa-se para designar vasta extensão de gelo nas regiões polares.
Índice de Desenvolvimento Humano. Índice que mede os países levando em consideração fatores como a distribuição da renda, de saúde (taxas de mortalidade infantil e adulta) educação (taxas de alfabetização), desigualdades de oportunidades entre homens e mulheres, sistemas de governo entre outras.
denominação dada por Bornhardt às elevações ilhadas em regiões de clima árido quente e semi-árido. Os inselbergues são como restos que aparecem em um terreno quase totalmente submetido à pediplanação.
depósito natural mineral ou fóssil, existente no subsolo ou à superfície. As jazidas podem ser: aluvial: aquela em que o mineral está incorporado aos aluviões; filonar: aquela em que o mineral se apresenta em filões; de inclusão: aquela em que o mineral se encontra disseminado na rocha endógena, em vez de apresentar-se em aglomerados, ou em filões. A jazida petrolífera é o depósito de petróleo em formação favorável à exploração.
tipo de vegetação densa e emaranhada que ocorre no litoral arenoso, principalmente nas restingas. Esses vegetais são lenhosos com altura máxima de 5 metros.
região natural da Eslovênia e da Ístria, formada de planaltos calcários. As características específicas da região deram origem a um tipo de relevo dito Kárstico (ou cárstico).
forma de estabelecimento rural coletivo em Israel que pode ser agrícola ou de manufaturas onde a propriedade dos meios de produção é coletiva.
assim era chamada a cooperativa de produção agrícola na antiga União Soviética
que vive ou está situado à beira ou nas águas de um lago. Depósitos lacustres: os que se formam em lagos. Cidades lacustres: antigas habitações pré-históricas construídas sobre estacaria nos lagos e cujos vestígios ainda hoje permanecem, particularmente nas margens dos lagos da Suíça. Ainda hoje são encontrados povos que constroem suas habitações sobre lagos.
espécie de golfo ou baía, formando um recanto abrigado na margem de um rio ou de uma enseada. Lagoa de água salgadas, próximas ao mar. Em Minas Gerais este termo é usado para inundações pluviais das margens de um rio. Na Bahia, denomina ilha aluvial na qual se fazem plantações (região do rio São Francisco).
Matéria em fusão que sai dos vulcões e que se solidifica pelo resfriamento. As lavas representam rocha em fusão e formam gigantescas torrentes que cobrem grandes superfíci3es. A lava solidifica-se rapidamente ao contato do ar e as escorias da superfície tomam uma estrutura deformada como nos cheires do Auvergne. Foram as lavas basálticas que, em contato com a água no momento da sua emissão deram origem às colunas naturais de Bort, de Antrim.
ciência que estuda os lagos, lagoas e lagunas.
lago de cratera vulcânica, porém cratera rasa de um vulcão que só explodiu uma vez sem derramamento de lava.
denominação dada pelo sertanejo nordestino à estação seca, estio prolongado, quando o gado emagrece.
doutrina do economista inglês Thomas Robert Malthus segundo a qual o controle da natalidade é necessário para evitar a miséria decorrente da desproporção entre o aumento da população e os dos seus meios de subsistência. O malthusianismo primitivo não se limita a estudar o fenômeno de superpopulação e seus males. As famílias pobres devem limitar o número de filhos em seu próprio benefício e isso através da continência. Entretanto, com o emprego de métodos anticoncepcionais a doutrina foi modificada, originando então o neomalthusianismo passou para o econômico. Em vez de limitar o número de homens trata-se de limitar ou de diminuir a produção de certas mercadorias, a fim de evitar o aviltamento dos seus preços. Chama-se também malthusianismo a prática de grandes firmas que compram patentes de invenções com o único objetivo de evitar sua apliação, assim como as diretivas dos sindicatos que impõem aos operários limites de rendimento, não para evitar o cansaço, mas apenas para reduzir a produção. O malthusianismo obedece a uma ótica restritiva que, na maioria dos casos, é empobrecedora.
cume de forma arredondada.
mapa que representa o globo terrestre dividido em dois hemisférios. A execução do mapa-múndi consiste em figurar numa superfície plana as singularidades da superfície terrestre, que é esférica. Os primeiros mapas-múndi eram imperfeitos e os seus traçados cheios de deformações. Os mais conhecidos são o mapa-múndi do Comentário do Apocalipse (séc. X), o mapa-múndi de Hereford (séc. X), o de Fra Mauro (séc. XIV). A partir do século XVI adotaram-se projeções de construção matemática, que obedeciam a pontos de vista diferentes e a que correspondem diversas vantagens: projeção de Mercator, projeção estereográfica.
ciência que estuda os fenômenos atmosféricos e as leis que os regem. A meteorologia desenvolveu-se com o processo da aviação; o avião é usado para observações sendo um dos mais exigentes usuários da meteorologia. Para a coleta de dados existem as estações meteorologicas. Sua função é fazer observações meteorológicas, coletar e distribuir dados. Provavelmente, a mais importante função de um centro meteorológico, sob o ponto de vista das tripulações, é fazer previsões de tempo.
local onde o rio nasce.
doutrina político-econômica que representa uma tentativa de adaptar os princípios do liberalismo econômico às condições do capitalismo moderno. Defende a idéia de que a vida econômica é regida por uma ordem natural formada a partir das livres decisões individuais. Mas acham que há necessidade de disciplinar da economia de mercado na medida suficiente para garantir a sobrevivência deste modelo. Alguns adeptos do Neoliberalismo pregam a defesa da pequena empresa e o combate aos grandes monopólios na linha antitruste dos Estados Unidos. No plano social, o Neoliberalismo defende a limitação da herança e das grandes fortunas e o estabelecimento de condições de igualdade que possibilitem a concorrência.
nuvem estratificada que repousa sobre a superfície do globo quase sempre calma e formada de gotículas de água líquida. Existe nevoeiro quando a visibilidade é inferior a 1 km; quando excede a 1 km há cerração.
grupo de terrenos do terciário. Esse período foi caracterizado pelo desenvolvimento de todos os vertebrados, expansão dos moluscos gastrópodos e extinção das numulites. A riqueza da sua flora é muito grande e muitas das espécies atuais já existiam, fornecendo a prova de uma diferenciação climática. No final do oligoceno acentuou-se o levantamento dos Alpes, o primeiro dos dois grandes movimentos orogenéticos ocorridos na região.
estação do ano que sucede e verão e antecede o inverno. Inicia-se, no hemisfério sul, no equinócio de março e finda no solstício de junho. No hemisfério norte começa no equinócio de setembro e finda no solstício de dezembro.
gás formado por moléculas constituídas por três átomos de oxigênio ao invés de dois (como é o oxigênio comum que respiramos)
construções lacustres sobre estacas. Esse tipo de habitação já era usado no neolítico. Foram observados primeiramente na Suíça e atualmente ainda são encontradas em povoações lacustres, principalmente na Melanésia.
fenômeno luminoso que, como o do halo, é produzido pela refração da luz solar nos pequenos cristais de gelo que se acham em suspensão na atmosfera (nuvens).
região cercada de água por todos os lados, exceto por um, pelo qual se liga a um continente. As penínsulas mais importantes são: na Europa, a península Escandinava, a Balcânica, a Itálica, a Jutlândia e a Ibérica; na Ásia, a Industânica, a Arábica e a da Coréia; no continente americano, a do Labrador, a da Flórida, a da Califórnia e a de Yucatan.
o mesmo que macaréu, fenômeno que se manifesta na foz de certos rios, pela resistência que as suas águas opõem ao fluxo da maré. A pororoca manifesta-se num grande número de rios (Amazonas, Ganges e outros).
instrumento de navegação. Era uma sonda que servia para medir a altura da água por debaixo da quilha, o que era essencial para se navegar sem encalhar. Foi também utilizando este tipo de sondas que os cartógrafos conseguiram desenhar as cartas como relevo submarino.
instrumento utilizado em astronomia e náutica para medir os ângulos.
sistema de quadriculado cartográfico, baseado na projeção transversa de Mercator, destinado às cartas da superfície terrestre até as latitudes de 84º N e 80º S.
ação de reflorestar, plantar árvores em terrenos onde foi derrubada uma floresta virgem.
a ação associada de ondas e correntes marinhas, pode originar, na entrada de golfos, ou próximo à costa, depósito de areia em cordões, caso haja um conjunto de ilhas paralelas à mesma: são as restingas.
potencial do dano que um impacto pode causar sobre o meio ambiente.
terreno onde se faz entrar a água do mar para retirar, por evaporação, o sal marinho que ela contém. Mina de sal-gema.
as savanas são grandes planícies cobertas de vegetação, limitadas em geral pela zona das florestas equatoriais, de clima mais seco e caracterizado pela alternância da estação seca e da úmida. Em geral a seca que tem a duração de 5 a 6 meses, exclui das savanas as formas arbóreas da vegetação. Esta se reduz então a grandes ervas, geralmente gramíneas de desenvolvimento rápido, que constituem por vezes espessas moitas. Essas formas de vegetação existem no Sudão, ao norte do México e ao sul da floresta Amazônica (aqui conhecida como cerrados ou campos sujos).
grandes extensões de terras devolutas pertencentes à Coroa portuguesa e que eram doadas pelo monarca, ficando os beneficiados na obrigação de cultivá-las dentro de um prazo de 3 anos sob pena de revogação da doação. Este sistema, extinto em 1822, deu origem à formação de latifúndios no Brasil.’
instrumento de reflexão em que existe um limbo granulado, o qual é a sexta parte do círculo e serve para medir ângulos, a altura dos astros, bem como as suas distâncias angulares. É muito usado para determinar a posição do navio sobre a superfície do mar.
curso subterrâneo de um rio, através de rochas calcárias.
argila branca ou amarela encontrada nos cerrados e caatingas caracterizadas pela pouca fertilidade.
linha de maior declive de um vale, segundo a qual se dirigem as águas correntes.
regiões planas, mais ou menos estreitas, margeando o vale fluvial, que podem originar-se de duas formas: um rio, sofrendo um súbito rejuvenescimento, passa a erodir novamente me profundidade, modificando o caráter de seu vale, deixando no alto os dois terraços testemunhando o antigo leito do rio; e por ocasião das enchentes, as águas erodem a porção superior de suas margens, escavando estreitas porções planas, ladeando o rio, que emergem quando as águas descem e serão reativadas na época das grandes chuvas.
deslocamento periódico de gado, acompanhado pelo pastor.
palavra árabe que significa curso de água e que designa mais particularmente os cursos de água temporários do deserto do Saara.’
efeitos da acumulação das populações rurais e industriais nos grandes centros e principalmente nas capitais.
depressão, planície entre montes ou no sopé de um monte.
processo de passagem do estado líquido para o estado de vapor.
segundo dos planetas que gravitam em volta do Sol. É depois de Mercúrio, o segundo e último planeta inferior, isto é, menos afastado do Sol que a Terra. É por isso que acompanha sempre o Sol, muito de perto. Vênus gasta 224 dias e 7 horas para realizar a sua revolução em torno do Sol, e o seu diâmetro real é sensivelmente igual ao da Terra, ou seja, cerca de 12400 km. A distância média do Sol é de cerca de 108 milhões de km. Vênus tem fases como a Lua e apresenta-se sob diversas formas de crescente. Em 1963, com o lançamento do foguete espacial Mariner II, foi registrado para Vênus uma temperatura de mais de 400ºC, sendo confirmado ainda que o planeta está envolto em espessa camada de nuvens, chegando a temperatura no interior dessa camada a atingir 34ºC abaixo de zero.
estação de trabalho. Conjunto de equipamentos formado por computador, mesa digitalizadora, vídeo gráfico de alta resolução e plotter. É utilizada para criação ou modificação de desenhos.
sentimento de repulsa de uma população ou indivíduos em relação a estrangeiros.
trecho encachoeirado de um iro.
distâncias norte-sul, também chamadas ordenadas.

trecho encachoeirado de um iro.
 

ponto celeste, na direção da vertical ao ponto dê observação.
uma das várias divisões de um País, região ou Estado e que guarda certos caracteres próprios, distintos dos das demais.
ciência que trata da criação, da multiplicação e do aperfeiçoamento dos animais domésticos.
Subir